Animação sobre a história de Lauro de Freitas será lançada em um Congresso Internacional

Compartilhe a matéria

Uma animação produzida pelos estudantes do 2° ano da Escola Estadual Kleber Pacheco que retrata aspectos históricos e culturais de Lauro de Freitas será lançada no Congresso Internacional de Educação e Geotecnologias. Tal Congresso será realizado pelos grupos de pesquisa GEOTEC e GIPRES da Universidade do Estado da Bahia. A produção audivisual é parte da pesquisa aplicada de Mestrado intitulada: “Guia didático para o uso da animação como recurso auxiliar no processo de aprendizagem” de autoria do Mestrando Marcus Sapaio ( UNEB). Os estudantes fizeram um curso de animação com o pesquisador Marcus, que possui larga experiência com a linguagem da animação e trabalhou muito tempo no BA TV. A pesquisa histórica sobre a cidade de Lauro de Freitas foi orientada pelo Historiador e Doutorando em Educação e Contemporaneidade pela UNEB, Tássio S. Cardoso. Depois de dois meses de estudo sobre a História da cidade e a técnica de animação, os estudantes produziram um excelente vídeo que demostra fatos importantes acerca da história de Santo Amaro de Ipitanga ( antigo nome da cidade), tais como: a chegada dos portugueses na terra habitada pelos Tupinambá, o levante do Rio Joanes, a emancipação política da cidade e curiosidades sobre quem foi Lauro de Freitas. Além disso, é abordado a diversidade cultural que caracteriza a sociedade ipitanguense, bem como os progressos da Lauro de Freitas moderna como a chegada do Metro e a construção do novo Shopping. No final do vídeo, os conflitos territoriais envolvendo Lauro de Freitas e Salvador são também retratados.
O Congresso será realizado nos dias 27,28 e 29 de maio e contará com a participação de palestrantes internacionais renomados como a Profª Drª Marta Alba ( México) que falará sobre práticas pedagógicas inovadoras.
Para maiores informações sobre o Congresso, acesse: http://cintergeo.uneb.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *