Desova de lixo no Miragem desafia as autoridades da Prefeitura de Lauro de Freitas/BA

Compartilhe a matéria

Rua Eliaci O. Conceição lateral do Gileade e atrás do Intervillas ABANDONADA  pelo poder público.

Atenção SESP E SEMARH essa área pede socorro. A SESP faz um trabalho de retirar o lixo porém novos descartes são feitos pois a fiscalização da SEMARH é praticamente inexistente no local conforme fotos.

O Secretário da SESP em uma coletiva informou que irá construir um ECOPONTO no local (em andamento) e que irá revitalizar toda a área. Enquanto isso não acontece o local está muito degradado. Com animais mortos ( é comum ver dezenas de urubus circulando na área), lixos em decomposição. Uma cena lastimável e degradante.

É importante ressaltar também que existe esgoto sendo jogado diretamente no córrego que fica entre os dois condomínios a mais de 7 anos, situação essa denunciada por diversas vezes em representações no MP (que inclusive sugeriu o tamponamento, ignorado pelas autoridades). Existem fotos, vídeos e matérias da AMOM nas redes sociais denunciando o problema. O Secretário de Meio Ambiente inclusive já esteve no local e a única atitude tomada foi podar os matos que cresciam, atitude tomada por parte da SESP. Nenhuma medida preventiva efetiva foi tomada como a instalação de câmeras, instalação de placas e educação ambiental, colocaram “GELOS BAIANOS” no local mas os motoristas passam por cima dos meios fios para jogar lixo. A área já é bem conhecida como ponto de desova pois moradores de várias partes da cidade entram com caminhões, caminhonetes e afins cheios de lixo sobrecarregando, entulhando e desvalorizando o local.

Lembramos que o lixo exposto pode trazer problemas gravíssimos de saúde pública (como dengue e outras doenças causadas por acúmulo de água em recipientes e lixo), além do mau cheiro, do visual terrível, existe a desvalorização dos imóveis. Os Condomínios Gileade e Intervillas mesmo abrigam em torno de 340 famílias e estão susceptíveis a esse descaso por parte do poder público que segue a pelo menos 6 anos deixando a área se degradar.

O ECOPONTO está sendo construído em um canteiro próximo ao muro do Gileade, a proposta é muito boa porém não foi discutida com a população. Quando o Presidente da AMOM soube da intenção de construírem, sugeriu ao Secretário que fosse instalado em uma rotatória no final da rua (que não foi acatada). A Rotatória fica mais reservada e mais estratégica , dando mais amplitude para a Fiscalização e impedimento desse descarte ilegal. 

Vale ressaltar que em Lauro temos algumas Leis que proíbem o descarte de lixo, entulhos e podas em logradouros públicos. O que falta é uma FISCALIZAÇÃO EFICAZ. 

A AMOM fez representação no MP, tem feito denúncias nos órgãos responsáveis e reduziu bastante, era muito pior. Mas ainda não extinguiu o problema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *