DESEMPREGADOS: Moema demite mais de 400 funcionários públicos

Compartilhe a matéria

Na reunião com os profissionais do regime REDA realizada na tarde desta sexta-feira (7) no Centro Cultural de Portão, a prefeita Moema Gramacho informou o encerramento do contrato com os profissionais do regime REDA que atuam na educação.

Entre os motivos expostos estava a obrigatoriedade em cumprir a Lei de responsabilidade Fiscal e a crise financeira que o país vive.

Os profissionais falaram da preocupação com o fim do contrato e como a situação financeira se complica a partir de agora. “Não entendemos nada disso de Lei de Responsabilidade, entendemos que temos aluguel pra pagar, família pra sustentar e precisamos do trabalho.”

O presidente da ASPROLF, Valdir silva, propôs à prefeita que, lembrando que o ano letivo de 2019 começa em fevereiro, inicie o quanto antes o edital do novo REDA. Levantou a questão de que muitos profissionais já atuam na prefeitura há bastante tempo e que isso fosse levado em conta nos critérios da seleção.

A prefeita afirmou que levará em conta esse critério no edital do ano que vem e que será lançado em meados de janeiro. Moema garantiu em mesa que será pago o 13º salário até o dia 20 de dezembro, como exige a lei e que a rescisão será paga até o quinto dia útil do mês de janeiro. A prefeita também afirmou que assinou uma TAC junto ao Ministério Público se comprometendo em realizar um Concurso Público e que este deve ser realizado no final de 2019. Cerca de 400 profissionais do regime REDA que trabalham na educação, serão dispensados.

Fonte: ASPROLF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *