Café faz bem ou mal à saúde?

Compartilhe a matéria

A pausa para um café é sempre um convite para uma conversa, leitura, descanso ou reflexão. Faz parte da nossa herança social, colabora com a nossa sociabilidade, aguça nossa memória olfativa e seu ritual de preparo pode ser considerado uma arte que merece ser apreciada com nossos cinco sentidos.

É verdade também, que há muitas polêmicas em torno do café! Uma hora os especialistas dizem que café faz bem, outra hora dizem que café faz mal… A gente já sabe como é! A indicação é sempre o bom senso.

Benefícios do café

  • Previne oxidação do DNA (inibe a oxidação da adenina e guanosina), ou seja, reduzindo o envelhecimento;
  • Previne oxidação do LDLc, grande responsável pela formação de trombos e acidentes vasculares, prevenindo-os;
  • Aumenta a velocidade de codificação e processamento mental, melhorando o raciocínio;
  • Aumenta a termogênese e oxidação lipídica em mulheres eutróficas (mas não em obesas). Leia-se: ajuda a emagrecer;
  • Associado à prática de exercícios, tem efeitos lipolíticos (queima de gordura) superiores ao do exercício isoladamente, devido a cafeína;
  • Menor incidência da doença de Parkinson e mal de Alzheimer;
  • Redução do risco de formação de cálculos biliares.

Malefícios do café

  • No café existem as substâncias: Kahweol e cafestol que podem elevar os níveis plasmáticos de Colesterol e LDL-c. Porém, essas substâncias não ultrapassam o filtro de pano ou papel;
  • A cafeína é um estimulante. Então, se consumido em excesso, pode causar insônia e taquicardia em algumas pessoas.

Mas, afinal pode ou não pode tomar café?

Com moderação o café pode tornar-se um grande aliado à saúde. Só é preciso respeitar o limite de 4 xícaras/dia e sempre consumir sem açúcar ou adoçante. Experimenta adoçar com mel ou stevia e mexer com um pauzinho de canela 😉

E então, vai um cafezinho aí?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *